Atendimento (11) 2440-6052 (11) 97597-1128 (WhatsApp) Segunda à Sexta das 10:30 às 18:30 horas Sabado das 11:00 às 15:00 horas

Dicionário e gírias do Surf

Entrou no mundo do surf agora? Quer saber as palavras, gírias de surfistas e seus significados? Então vai aí uma ajudinha da Ukelele, se tiver alguma outra dúvida pode nos chamar no WhatsApp que teremos prazer em atendê-lo(a). 

ABRASP – Associação Brasileira de Surf Profissional

Aéreo  – Manobra que o surfista consegue tirar sua prancha da água e quando a aterriza consegue dar continuidade na onda.

 Aloha – Saudação havaiana de boas-vindas.

Amador – Atleta que não recebe salário.

Amarradão – Quando uma pessoa está muito feliz depois de pegar uma boa onda ou terminar uma sessão de surf em que se deu bem.

Arrebentou – Se saiu muito bem em uma determinada situação.

ASP – Association of Surfing Professional

Aussie – surfista australiano.

Back door – Parte da onda que quebra da direita para a esquerda – para quem está olhando da praia, termo muito usado nas ondas de Pipe Line no Hawai.

Back Flip – Manobra onde o surfista dá um mortal para trás, só que por cima da prancha e que precisa voltar para a onda de novo. Manobra executada pelo Campeão Mundial Gabriel Medina.

Back side – É quando o surfista pega onda posicionando-se de costas para ela.

Back Wash – Pororoca, ou seja, onda que vem ao contrário, da direção da areia, muito comum em praias de tombo, ou seja, que não possui um relevo plano.

Batida – Manobra em que o surfista acerta a crista da onda com a parte de baixo da prancha, voltando novamente a linha da onda.

Beach Break – Praia com fundo de areia.

Big Rider – Surfista que gosta de pegar ondas grandes como o Brasileiro Carlos Burle, Lucas Chumbinho, entre outros.

Boia – é o cara que fica parado dentro da água praticamente sem pegar onda por estar cansado ou porque sempre fica esperando a boa.

Boia flutuante – É o ponto flutuante colocado em competições no outside da arrebentação, pelo qual o surfista competidor deve efetuar uma passagem para ganhar a prioridade de pegar uma onda, este local demarcado não deve ser ultrapassado pelos demais surfistas amadores para não atrapalhar a competição.

Bolha – área da prancha que se encontra danificada, podendo estar ou não com água onde o tecido de fibra de vidro está descolado, o local fica fofo.

Bottom (Fundo) – Parte do fundo da prancha (onde ficam as quilhas).

Bottom Turn (Cavada) – Manobra onde o surfista faz uma curva na base da onda em direção do lip (crista da onda).

Amarelão – Medroso, frouxo, bundão.

Cabuloso – Doideira, esquisito, estranho.

Caldo – Quando o surfista cai da prancha.

Camisinha – Capa de prancha de tecido elástico que ao ser colocada na prancha se assemelha a um preservativo.

Casca grossa – Surfista muito bom em determinadas características, surf bem em ondas cavadas ou grandes que exigem técnica e preparo físico.

Cavada – Movimento que o surfista desce a onda reto, pressiona a prancha a fazer uma virada brusca na direção do Lip para executar uma batida ou rasgada.

CBS – Confederação Brasileira de Surf.

Colocar Pilha (Pilhar) – Incentivar, animar.

Copinho – local da prancha onde se coloca a cordinha, leash ou strep.

Crowd – Muita gente surfando numa mesma área.

Cut back – Manobra em que o surfista volta na direção contrária da onda e depois retorna na direção normal, formando um ’s’.

Deck (1) – Parte de cima da prancha (onde o surfista pisa).

Deck (2) – Material feito com borracha especial (neoprene), aplicado hoje em dia somente na parte de trás da prancha o pé, servindo antiderrapante e facilitando a execução de manobras.

Dropar ou Drop – Significa descer a onda da crista até a base.

Evolution – prancha com mais espessura, largura e boa flutuação, facilitando o drop e cavada. Geralmente vão de 7?0 a 8?6? e com bico arredondado

Expression Session – Campeonato onde todos os surfistas entram na água e o vencedor é aquele que realiza a melhor manobra entre os competidores, geralmente aéreos.

Flat – Mar liso, sem ondas.

Floater – Manobra em que o surfista flutua, quase sem contato, com a crista da onda, quando ela já está quebrando.

Free surfer – Surfista que não entra em campeonatos regularmente. Surfa por puro prazer e de preferência, longe do crowd.

Front side – é quando o surfista pega onda posicionando-se de frente para ela.

Fundo (Bottom) – Parte do fundo da prancha (onde ficam as quilhas).

Grab rail – Manobra que o surfista coloca a mão na borda da prancha para pegar um tubo de back side.

Grommett – Surfista novo que tem entre 10 a 12 anos de idade.

Goofy – Surfista que pisa com o pé direito na frente (base Goofy).

Gun – Prancha grande, para ondas grandes.

Haole – Expressão havaiana para surfista de fora do Hawaii/ surfista que não é do local onde está surfando.

Hot dog – Prancha pequena, para ondas pequenas. Um surf hot dog é surfado em ondas pequenas ou cheias e bem manobráveis.

Interferência (Campeonato de Surf) – O Surfista que por algum motivo tenta prejudicar o potencial de nota daquele outro que tem a prioridade.

Inside – Qualquer lugar dentro da arrebentação, ou seja, a própria arrebentação.

ISA – International Surfing Association.

Kaô – Papo furado.

Larica – Qualquer tipo de comida de preparo instantâneo ou pronta que mate sua fome após o surf ou outras atividades.

Layback – Mistura de batida com rasgada na onda se apoiando para trás na água.

Leash – Corda utilizada para prender a prancha ao pé do surfista.

Leque – Manobra na qual o surfista sobe ao lip da onda e quando puxa a prancha com toda força faz com que a mesma destrua o lip jogando água fazendo a forma de um leque.

Lip – Crista da onda.

Line Up – Alinhamento dos surfistas no outside (linha de formação das ondas).

Localismo – Espécie de rincha entre os surfistas, responsável por muitas brigas e confusões dentro da água, nas disputas pelas ondas. Os surfistas locais (moradores) pensam que têm mais direito ao oceano.

Long John – Roupa de borracha (neoprene) para proteger do frio (modelo para o corpo inteiro).

Mar Gordo – Quando o mar está com onda largas, que são difíceis de pegar quando se está muito perto do início da mesma.

Maral – Vento que sopra do mar em direção a areia, geralmente aumenta o mar.

Marola – Parte mais rasa do mar e com ondas menores.

Maroleiro – Surfista que gosta de ondas pequenas.

Merreca – Onda “péssima”; sem condições de fazer um belo Surf.

Merrequeiro – Surfista que só pega ondas pequenas.

Morra – onda grande e gigante.

Off Shore – Vento lateral da terra para o mar. Este vento normalmente é quente e alisa as ondas, muito bom quando não está intenso.

On Shore – Mesma coisa que MARAL, ou seja, vento que sopra do mar para terra.

Outline – Esboço de uma prancha. É o desenho, a “linha de fora”, o contorno que o shaper utiliza para começar a criar.

Outside – Qualquer local para fora da arrebentação.

Pico – Mesmo que Point, local bom para ser frequentado/ Parte mais alta de uma onda.

Pipocar – amarelar, ficar com medo de um mar grande ou similar.

Point – Qualquer local ou lugar que as pessoas considerem interessante.

Point Break – Praia com fundo de pedra.

Pororoca – Quando as ondas vão até o raso e voltam, se chocando com as ondas que ainda estão indo, o que atrapalha o surfista quando está descendo. Também conhecido como Back Wash.

Prego – Surfista que não sabe pegar onda muito bem.

Prioridade (Campeonato de Surf) – Surfista que tem a prioridade ou o direito incondicional de escolher qualquer onda que ele queira surfar na bateria. A prioridade se alterna depois que o surfista pegar a onda ou tentar pegá-la e perde-la.

Pro – Surfista profissional, competidor e que ganha dinheiro com o esporte.

Quebra-coco – Onda oca e rápida que se forma depois da onda principal estourando bem próximo da praia.

Quilha – dá segurança a prancha, direcionando-a na onda e proporcionando manobras.

Quiver – jogo de pranchas do atleta, mais de duas pranchas.

Rabear – É quando um surfista entra na frente da onda de um outro surfista que já está dropando a mesma e acaba por quebrar o lip.

Reef Break – Praia com fundo de coral.

Regular – Surfista que pisa como pé esquerdo na frente (base Regular).

Rip – Estar no Rip é estar em forma.

Secret Point – Local secreto.

Sessão – Parte de uma onda. Cada sessão propicia manobras diferentes.

Série – Sequência de ondas.

Show – Uma coisa boa. “O mar estava show.”

Strap – O mesmo que leash ou cordinha.

Swell – Ondulação.

Está Show – Está muito bom.

Está Gringo – Quando o mar está excelente.

Tail Slide – Manobra em que o surfista derrapa a rabeta da prancha. Pode ser conjugada com outras manobras.

Terral – Mesma coisa que Off Shore.

Toco – Prancha velha, amarelada, pesada.

Tube Rider – Surfista quem é bom em tubos.

Tubo – Manobra em que o surfista fica dentro da onda.

Trip – Viagem de surf, geralmente para um lugar com altas ondas.

Vaca – Tombo; Queda; Wipe Out.

Varrer – Quando uma onda grande, ou série de ondas grandes pega todos desprevenidos no inside.

WCT – World Championship Tour, é a 1ª divisão do Circuito Mundial de Surf.

Wipe Out – Mesmo que Vaca; ou seja, tombo, queda.

WQS – World Qualifing Series, é a 2ª divisão do Circuito Mundial de Surf.

 

WSL – World Surf League.